Categoria: Eventos

15 DICAS PARA QUEM VAI √ÄS RUAS PROTESTAR

TUDO que você precisa saber sobre manifestação e tinha preguiça de procurar.

REPASSEM:

1. D√™ seu apoio a quem se prop√īs a sair de casa e participar das manifesta√ß√Ķes

Mesmo n√£o estando presente fisicamente nas manifesta√ß√Ķes voc√™ pode apoiar de outras formas. Quando a galera passar em frente a sua casa ou apartamento v√° pra janela e apoie acenando ou apagando e acendendo as luzes. Todo apoio √© importante!

2. Proteja os manifestantes

Separe alguns panos, leite magn√©sia dilu√≠do 50% em √°gua (num borrifador) e garrafinhas de √°gua, e converse com seu porteiro para abrigar gente fugindo dos protestos se a viol√™ncia come√ßar. PMs agrediram diversas pessoas tentando fugir da confus√£o, encurralados na porta de pr√©dios em protestos anteriores ‚Äď a ¬†maioria presente n√£o tem interesse em participar de viol√™ncia. Proteja-os se puder.

3. Registre tudo que ouve e v√™ e compartilhe informa√ß√Ķes importantes

Mesmo de casa √© poss√≠vel registrar qualquer ato de viol√™ncia ou abuso policial. Tamb√©m √© importante compartilhar esses abusos nas redes sociais. Al√©m de compartilhar informa√ß√Ķes importantes para os manifestantes: pontos de apoio; contato de advogados ativistas, etc. Utilize as tags do evento ‚Äď sua presen√ßa virtual √© t√£o importante quanto sua presen√ßa f√≠sica.

15 DICAS PARA QUEM VAI ÀS RUAS PROTESTAR

1. Esteja com sua identifica√ß√£o civil sempre. De prefer√™ncia com duas identifica√ß√Ķes (pode ser a carteira de identidade e uma c√≥pia autenticada da mesma), guardadas consigo, em lugares diferentes, pois se lhe tomarem uma identifica√ß√£o, voc√™ tem a outra. Tire uma foto da identidade e mande para um amigo. Levar consigo o comprovante de resid√™ncia e de trabalho tamb√©m ajuda muito.

2. Saia com contatos de pessoas para quem ligar em caso de emergência. Tenha duas cópias. Guarde-os junto com os documentos de identificação. Isso ajudará no caso de ficar ferido, desacordado ou necessitando de qualquer socorro. Bem como dificulta a possibilidade de policiais alegarem que não ligaram para alguém da sua família porque não sabiam os contatos.

3. Use roupas imperme√°veis

Se você tiver casacos ou peças impermeáveis em casa, eles são perfeitos contra o famoso gás lacrimogêneo. O algodão absorve o gás e os químicos ficam em contato com a pele por mais tempo.

4. Tome Banho

Sim, vá para a manifestação bem limpinho. Isso porque a oleosidade da pele também ajuda a fixar o gás lacrimogêneo.

5. Não fotografe o rosto dos líderes manifestantes

Os organizadores do movimento pedem que fotógrafos e jornalistas não ajudem a polícia a identificar membros dos protestos. Essas pessoas, após identificadas, podem ser perseguidas ou presas injustamente.

6. √ďculos de Nata√ß√£o

O √≥culos √© barato ‚Äď pode ser encontrado por R$ 20 ou R$ 30 em lojas de artigos esportivos ‚Äď e protege os seus olhos do g√°s lacrimog√™neo. N√£o use lentes de contato! Elas ret√™m o g√°s nos seus olhos e faz com que elas fiquem gelatinosas. ATEN√á√ÉO: √≥culos de nata√ß√£o n√£o √© 100% se estiver velho!

7. M√°scara de Pintor

Esta é mais uma opção barata para se proteger contra o gás lacrimogêneo. Bandanas e lenços também ajudam. Acrescente vinagre diluído em água e, se puder, leve um Cebion para colocar na boca.

8. Nunca esfregue os olhos!

Para desinfet√°-los contra o g√°s, vire a cabe√ßa lateralmente, jogue √°gua corrente e deixe-a escorrer do olho para fora, em um olho de cada vez. Fa√ßa uma mistura dilu√≠da de 50% de Leite de Magn√©sia e 50% de √°gua (corta o efeito dos gases) ‚Äď rende muito se colocar num borrifador.

ATENÇÃO: pisque continuamente. Esse é o treinamento de militares. Piscar até chorar. O treinamento é segurar a respiração e piscar!

9. Sapatos confort√°veis

Um ato pode durar v√°rias horas de caminhada. V√° preparado.

10. Se você não for participar, evite a região onde o ato vai acontecer

Você não precisa ser contra nem a favor. Se não vai participar, o melhor é evitar a região do protesto. A população está saindo às ruas para reivindicar um direito básico. Não seja o chato que reclama porque chegou 2 horas mais tarde em casa

11. Registre os abusos

Diversos casos de viol√™ncia e abusos s√≥ vieram √† tona (em atos anteriores) porque haviam registros feitos por celulares e c√Ęmeras. Utilizem as armas que voc√™s t√™m para gravar todo tipo de viol√™ncia e excessos.

ATENÇÃO: não esqueça de carregar a bateria do celular e de colocar créditos antes de sair de casa, pois ele é um aliado importante.

12. Ande em grupo

Vídeos postados nas redes sociais mostraram grupos de policiais espancando pessoas que estavam sozinhas em outros protestos. O melhor é estar sempre acompanhado por um grupo.

13. Seja pacífico.

Lute mas n√£o recorra a viol√™ncia. Se houver manifesta√ß√Ķes de viol√™ncia, filme e reporte. Se afaste dos ambientes onde est√° acontecendo combate, depreda√ß√Ķes e conflito. Essas a√ß√Ķes invalidam e deturpam o valor da manifesta√ß√£o. No lugar disso, leve seu cartaz e prepare  a voz pra gritar. Em caso de agress√£o policial com balas de borracha, deite no ch√£o.

14. A pol√≠cia PODE te deter, por alguns minutos, para ‚Äúaverigua√ß√£o‚ÄĚ. Ou seja, para verificar se voc√™ est√° carregando bombas, armas, drogas, etc. A pol√≠cia N√ÉO PODE te prender para averigua√ß√£o, te jogar em um cambur√£o, e te levar para a delegacia.

Qualquer revista da polícia, em você ou em mochilas, DEVE SER FEITA NA PRESENÇA DE TODOS. A polícia NÃO PODE pegar a sua mochila e ir verificá-la longe dos olhos de todos.

ATEN√á√ÉO: revista em mulheres s√≥ por policial feminina. N√£o podem tocar as partes √≠ntimas em p√ļblico.

15. Informe e esteja informado

Mantenha seu círculo de contatos atualizado do que está acontecendo com você, em caso de ser preso ou estar machucado, alguém pode ir ao seu encontro e te ajudar.

Faça download do PDF aqui e envie por WhatsApp